Topo Banner

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Estratégias para aumentar as vendas on-line

O comércio eletrônico evoluiu rapidamente, existem sites de comparação de preço, os descritivos e manuais de quaisquer eletrodomésticos são facilmente encontrados nos sites de busca, além de vantagens oferecidas que não existem comprando diretamente na loja física.
Hoje ter sua loja no mundo virtual não é apenas questão de marketing ou modismo, mas questão de sobrevivência.
O código civil brasileiro prevê troca e devolução integral do dinheiro por qualquer compra efetuada pela internet, desde que reclamada em até sete dias do recebimento, mas os números de devoluções caem ano após ano e o faturamento aumenta vertiginosamente. O consumidor on-line sabe o quê quer e gasta cada vez mais em suas compras. O faturamento do e-commerce que era em 2003 pouco mais de 1 bilhão de reais fechou 2012 com mais de 22 bilhões de reais, com um mercado consumidor de 45 milhões de usuários.
O Brasil é o 5º maior mercado consumidor de comércio on-line do mundo, logo à frente existem países como o Japão e EUA que possuem mais que o dobro de presença de internet nos lares, onde no Brasil a penetração de comutadores conectados é de 38%, no Japão e EUA esse número é mais que 78%.


Os números no Brasil tendem a crescer mais rápido que nos mercados europeus e EUA. A penetração da internet tende a aumentar, ser mais abrangente e mais barata, principalmente devido à entrada do 4G, ao crescimento do uso de tabletes e Smatphones e ao contato cada vez mais cedo do estudante brasileiro com a internet.

...


Embora a concorrência nesse mercado seja cada vez maior, principalmente com as grandes redes varejistas, existem meios que podem dar mais visibilidade a sua empresa. Estar atento a tudo que pode ser um diferencial tende a render mais usuários que seus concorrentes.
Não é novidade que ter um bom site, limpo e com todas as informações, ter uma forma de pagamento segura, associando-se a empresas especializadas desse nicho, ter produto em estoque para não atrasar a entrega e estar presente nas redes sociais para ter uma continua e eficiente prestação de serviço e contato com os clientes, tudo isso é essencial e já não é mais diferencial.
O e-commerce passou a ser usado de forma crescente por aparelhos móveis, sejam celulares ou tabletes. Essa segmentação do comércio eletrônico, chamado de m-commerce cresce de forma até mais rápida do que o próprio comércio eletrônico nos computadores domésticos. De acordo com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, a representatividade do m-commerce no varejo on-line saltou de 5% em 2011 para 10% em 2012, sendo que 71% dessas transações foram realizadas de dispositivos Apple, como iPhones e iPads.
Outro método de pagamento e comércio usando dispositivos móveis é o uso da tecnologia NFC – Near Field Comunication, onde celulares com essa tecnologia podem funcionar como cartão de crédito aproximando dos celulares das lojas que também tenham essa opção de pagamento. Esse tipo de transação já está em uso através de parcerias das operadoras de telefonia e alguns bancos e promete acabar com o uso do cartão de plástico. A empresa que optar por aceitar esse tipo de pagamento certamente cairá no gosto dos consumidores mais antenados por tecnologia!

Fonte: http://ecommercenews.com.br/artigos/cases/estrategias-para-aumentar-as-vendas-on-line

Comece com uma plataforma grátis http://clicktoshop.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário